Exclusivo: Disney+ já tem data de lançamento no Brasil

Definido também o que acontece com as séries e filmes originais enquanto a plataforma não estreia no país

A Disney já tem definido o mês para lançar o Disney+ no Brasil: novembro de 2020. O plano da empresa é disponibilizar o serviço de streaming por assinatura no nosso país cerca de um ano depois da estreia nos Estados Unidos — marcada para acontecer daqui uma semana, no dia 12 de novembro. O Filmmelier confirmou a informação junto à empresa.

O Disney+ é a nova plataforma de streaming do grupo, que chega para competir diretamente contra a Netflix. O catálogo vai incluir filmes e séries clássicas e recentes da Marvel Studios, LucasFilm, Pixar, National Geographic e da própria Disney, além de novas produções exclusivas. 

O prazo faz parte da estratégia global do grupo, que está disponibilizando o serviço de vídeo sob demanda de forma escalonada enquanto investe em estrutura e evita eventuais gargalos. Por isso, o streaming da Disney está disponível na Holanda desde 12 de setembro, com o país (onde existe alta densidade populacional e 98% de penetração de internet banda larga) servindo como teste. Depois, a plataforma será disponibilizada de forma gradual, começando pelos EUA e Canadá (12/11), Austrália e Nova Zelândia (19/11) e Europa Ocidental (março/2020).

Para comparação, a Netflix teve seu serviço de video on demand lançado em 2007 e chegou ao Brasil apenas em 2011. A disponibilidade em 190 países foi alcançada no começo de 2016.

Ainda não foi divulgado qual será o valor da assinatura por aqui. Nos Estados Unidos, o preço está definido em US$ 6,99 por mês (cerca de R$ 28) ou US$ 69,99 anuais (R$ 280). É um valor menor que aquele cobra pela Netflix, que custa US$ 12,99 (R$ 52), e pelo Amazon Prime Video, que sai por US$ 8,99 ao mês (R$ 36).

O serviço irá concorrer no que o mercado está chamando de “streaming wars”, uma disputa que conta, além de Netflix, com Apple TV+, Amazon Prime Video, Hulu e HBO Max. No Brasil, a lista cresce com Globoplay e Telecine.


Conteúdo exclusivo

Parte importante da estratégia do Disney+ é o conteúdo exclusivo. Logo no primeiro dia, em 12 de novembro, a plataforma trará séries inéditas como ‘The Mandalorian’ (situada no universo de ‘Star Wars’), ‘High School Musical: The Musical: The Series’, ‘Marvel's Hero Project’, ‘The World According to Jeff Goldblum’ e o filme live-action de ‘A Dama e o Vagabundo’. Nos meses seguintes, estão previstos a sétima temporada de ‘Star Wars: The Clone Wars’, ‘The Falcon and the Winter Soldier’ e o drama ‘Togo’, com Willem Dafoe. 

Por enquanto, tudo isso continuará inédito no Brasil. O Filmmelier confirmou que Disney irá aguardar o lançamento oficial da plataforma para disponibilizar todo esse conteúdo no nosso país. 

Recentemente, a Amazon anunciou um acordo de licenciamento com o grupo fundado por Walt Disney, garantindo produções clássicas e novos filmes cerca de seis meses após o lançamento nos cinemas - lista que inclui ‘Capitã Marvel’ e ‘Vingadores: Ultimato’. O acordo, que se encerra em setembro de 2020, não contempla os exclusivos do Disney+.

Enquanto o lançamento não acontece, separamos para você os filmes da Disney que já estão disponíveis no Prime Video. Clique aqui para conferir.

Renan Martins Frade

Editor-chefe do Filmmelier