Play Trailer

Happy End

Michael Haneke Drama 2017 107 min
Assista em casa:
Por que assistir a este filme?

‘Happy End’ leva a assinatura do diretor austríaco Michael Haneke, o mesmo de ‘Amor’, e faz uma boa crítica às famílias de classe média alta. É uma produção ambiciosa, provocativa e lembra as crônicas sarcásticas do cineasta e crítico francês Claude Chabrol - de uma forma menos rebuscada. Fez parte da seleção oficial do Festival de Cannes, competindo pela Palma de Ouro, ainda que esteja longe de ser um dos melhores filmes do cineasta.

Happy End

Título original: Happy End

Gênero: Drama Ano 2017 Classificação indicativa: +16

Duração: 107 min País: França, Áustria, Alemanha

Happy End

Direção: Michael Haneke

Produção: Stefan Arndt, Christopher Granier-Deferre, Michael Katz, Margaret Ménégoz, Olivier Père

Roteiro: Michael Haneke

Elenco: Jean-Louis Trintignant, Mathieu Kassovitz, Isabelle Huppert, Toby Jones

O filme é: Amargo, Dramático, Reflexivo, Sensível, Sentimental, Sofisticado, Incômodo

Perfil: Festivais, Inclusão Social

Sobre: Abandono, Comportamento, Cultura, Encontros, Família, Vida, Relacionamento, Sociedade

Origem: Europeu, Francês

Sinopse Calais, França. Georges Laurent é o patriarca da família, que está preso em uma cadeira de rodas. Sua filha Anne ainda mora com ele, enquanto que seu filho Thomas acaba de retornar para a casa do pai, junto com a esposa e a filha Eve, cuja mãe faleceu recentemente. Entre eles existe uma intensa incomunicabilidade, que faz com que todos levem a vida segundo seus interesses pessoais.

Obrigado, agora você está inscrito na nossa newsletter!