Play Trailer

Jornada nas Estrelas: Insurreição

Jonathan Frakes Ficção científica e fantasia 1999 103 min
Assista em casa:
Por que assistir a este filme?

Mais uma vez, ‘Star Trek’ funciona como uma alegoria política, ainda que sem a força das anteriores. Na história, a nova Enterprise-E encontra a fonte da juventude e, em meio a isso, acontece uma grande disputa política dentro da própria Federação. Trata-se de um retorno às origens da TV, que funciona para os trekkers mais fanáticos, mas que pode frustrar aqueles que buscam um filme mais agitado.

Jornada nas Estrelas: Insurreição

Título original: Star Trek: Insurrection

Gênero: Ficção científica e fantasia Ano 1999 Classificação indicativa: +10

Duração: 103 min País: EUA

Jornada nas Estrelas: Insurreição

Direção: Jonathan Frakes

Produção: Rick Berman, Peter Lauritson

Roteiro: Michael Piller, Rick Berman, Gene Roddenberry

Elenco: Patrick Stewart, Jonathan Frakes, Brent Spiner, LeVar Burton, Michael Dorn, Gates McFadden, Marina Sirtis, F. Murray Abraham, Donna Murphy, Anthony Zerbe

O filme é: Criativo, Genuino, Idealista

Perfil: Conflicto, Futurista, Política, Social, Espacial

Sobre: Encontros, Etnias, Lutas, Líderes, Superação, Política, Protestos

Origem: Norte-americano

Sinopse No início da Federação, a Primeira Diretriz era clara: nenhuma expedição pode interferir no desenvolvimento natural de outras civilizações. Mas agora Picard se confronta com ordens que desautorizam esse decreto. Se ele obedecer, 600 pacíficos residentes de Ba´Ku serão removidos à força de seu notável mundo, em favor de milhões que irão se beneficiar dos poderes da fonte da juventude. Se desobedecer, ele arriscará sua nave, sua carreira e sua vida. Mas para Picard, só há realmente uma saída. Ele precisa se rebelar contra a Frota Estelar... E liderar a revolta para preservar o paraíso.

Obrigado, agora você está inscrito na nossa newsletter!