Play Trailer

Jornada nas Estrelas: Nêmesis

Stuart Baird Ficção científica e fantasia 2002 116 min
Assista em casa:
Por que assistir a este filme?

Último filme protagonizado pelo elenco da Nova Geração de ‘Star Trek’ e, mais uma vez, a política assume um posto importante dentro da história. Um clone de Picard (o então novato Tom Hardy) é criado pelos romulanos e, eventualmente, assassina todo o senado de Romulus e se transforma em um ditador do planeta. Trata-se de uma premissa interessante, empacotada com boas cenas de ação, ainda que execução esteja bem aquém do que a franquia merece. A Nova Geração merecia um melhor encerramento.

Jornada nas Estrelas: Nêmesis

Título original: Star Trek: Nemesis

Gênero: Ficção científica e fantasia Ano 2002 Classificação indicativa: +12

Duração: 116 min País: EUA

Jornada nas Estrelas: Nêmesis

Direção: Stuart Baird

Produção: Patrick Stewart, Brent Spiner, LeVar Burton, Jonathan Frakes, Jude Ciccolella, Shannon Cochran, Alan Dale, Robertson Dean, Michael Dorn, Tom Hardy

Roteiro: Rick Berman

Elenco: John Logan, Rick Berman, Brent Spiner, Gene Roddenberry

O filme é: Dramático, Intenso, Intrigante, Impactante

Perfil: Bélico, Conflicto, Futurista, Espacial, Violento

Sobre: Comportamento, Ditadura, Encontros, Etnias, Líderes, Perseguição, Relacionamento, Violência, Guerra

Origem: Norte-americano

Sinopse Depois de festejar o feliz casamento de Riker e Troi, Picard recebe mais uma notícia para comemorar: os Romulanos querem a paz e ele será o emissário da Federação. Mas enquanto a Enterprise se aproxima do Império Romulano, um vilão brilhante o aguarda, com um diabólico plano de destruição e um inimaginável segredo que fará Picard enfrentar seu mais assustador desafio.

Obrigado, agora você está inscrito na nossa newsletter!