Play Trailer

Malévola: Dona do Mal

Joachim Rønning Ação e aventura 2019 118 min
Assista no cinema Clique para encomendar
Por que assistir a este filme?

Continuação de ‘Malévola’, trazendo mais uma vez Angelina Jolie no papel da vilã icônica de ‘A Bela Adormecida’. Se o primeiro filme tinha o mérito de apresentar uma interessante visão sombria do conto de fadas, com foco na antagonista, esse ar de novidade acaba se perdendo em ‘Malévola: Dona do Mal’ – ainda mais em um momento no qual diversos outros clássicos da Disney estão ganhando reinterpretações live action, com atores de carne e osso. Ainda assim, o longa-metragem investe bastante na fantasia, cheio de fadas, animais fantásticos e cenários belos, tudo criado com o que há de melhor na computação gráfica. Pode não agradar a todos que se interessaram pelo filme de 2014, mas certamente irá satisfazer aqueles que querem apenas uma fantasia padrão Disney, que inclui no pacote um açucarado final feliz. Destaque para as interpretações de Angelina e de Elle Fanning (no papel de Aurora, a Bela Adormecida), que, como sempre, entregam o melhor de si.

Malévola: Dona do Mal

Título original: Maleficent: Mistress of Evil

Gênero: Ação e aventura Ano 2019 Classificação indicativa: +10

Duração: 118 min País: EUA, Reino Unido

Malévola: Dona do Mal

Direção: Joachim Rønning

Produção: Duncan Henderson, Angelina Jolie, Nikki Penny, Joe Roth

Roteiro: Micah Fitzerman-Blue, Noah Harpster, Linda Woolverton

Elenco: Angelina Jolie, Elle Fanning, Harris Dickinson, Michelle Pfeiffer, Sam Riley, Chiwetel Ejiofor, Ed Skrein, Robert Lindsay, David Gyasi, Jenn Murray, Juno Temple, Lesley Manville

O filme é: Dramédia, Divertido, Leve, Ingênuo, Romântico, Despretensioso

Perfil: Conto de Fadas, Família, Fantasía

Sobre: Comportamento, Liberdade, Ganancia, Líderes, Vida, Amor, Casamento, Maternidade, Relacionamento, Vingança, Rivalidade, Romanticismo, Guerra, Bruxaria

Origem: Norte-americano

Sinopse Os anos foram gentis com Malévola e Aurora. Seu relacionamento, nascido pelo desgosto, vingança e finalmente amor, floresceu. No entanto, o ódio entre o homem e as fadas ainda existe. O iminente casamento de Aurora com o príncipe Phillip é motivo de comemoração no reino de Ulstead e no reino dos Moors, pois o casamento servirá para unir os dois mundos. Quando um encontro inesperado introduz uma nova e poderosa aliança, Malévola e Aurora são separadas para lados opostos em uma Grande Guerra, testando sua lealdade e fazendo com que elas questionem se podem ser verdadeiramente familiares.

Obrigado, agora você está inscrito na nossa newsletter!